Inicio
novas
comarcal
convocatórias
contacto
 
 
 CAUSA GALIZA   |  Organizaçom política independentista e socialista galega
 
 
Causa Galiza exige responsabilidades policiais e políticas polo assassinato do cidadám galego Francisco Javier Romero Taboada
Causa Galiza condena o assassinato fascista produzido onte em Madrid na pessoa do cidadám galego Francisco Javier Romero Taboada, Jimmy, a maos de indivíduos da extrema direita ligados e fomentados polo clube desportivo Atlético de Madrid.
 
O machismo tem muitas facianas. Todas elas violentas. Combatamo-lo.
A Gentalha do Pichel, Causa Galiza, Ceivar, Que voltem para a casa! e Xeira som as seis primeiras entidades que aderírom à mobilizaçom nacional que, sob a legenda Paremos as políticas de extermínio contra a nossa língua, percorrerá neste domingo 16 as ruas da capital.
 
Causa Galiza assina umha declaraçom conjunta com sete organizaçons galegas no 36º aniversário da Constituiçom espanhola
A nossa organizaçom fai pública nesta tarde umha declaraçom conjunta com mais sete organizaçons políticas, estudantis, feministas, anti-repressivas e juvenis com motivo do 36º aniversário do referéndum em que, em 1978, a maioria social deste país dava as costas ao texto constitucional do regime pós-franquista. Agir, Briga, Ceivar, Coletivo Nacionalista de Marim, NÓS-Unidade Popular, Mulheres Nacionalistas Galegas e PCPG som as restantes organizaçons referidas.
 

    
COMARCAL

 
Causa Galiza chama a vizinhança de Vigo a paralisar com a mobilizaçom popular as “obras” na rotunda de Coia
Correm tempos de empobrecimento para a maioria, corruçom estrutural e dilapidaçom do dinheiro público. O governo municipal de Vigo, com o seu alcalde Abel Caballero (PSOE) à cabeça, está a dar um novo exemplo neste sentido ordenando a remodelaçom da rotunda situada no bairro de Coia para ubicar nela um dos mais significativos tesouros do património marítimo local de começos do século XX: o barco de pesca industrial Bernardo Alfageme. Após se fazer com ele como património, o barco foi conservado com a intençom de convertê-lo num museu flotante ou peça museística para visita e promoçom do património cultural e industrial marítimo.
CONVOCATÓRIAS

 
Galiza em pé pola independência. Concentraçom diante do Parlamento Autonómico
  




Primeiro, a independência nacional

Necessitamos com urgência ser umha naçom livre e constituir o nosso próprio Estado ao serviço da maioria social. A rutura com Espanha é chave e inicia-se agora. É umha questom de dignidade coletiva. É a ponte que nos permtirá transitar face um novo modelo sócio-económico no nosso país.




Somos socialistas

Luitamos dia após dia em defesa da classe trabalhadora e das classes populares galegas para construir o socialismo na Galiza. Um socialismo que supere o patriarcado e a opressom das mulheres polos homes. Um socialismo identitário. Um socialismo fundamentado nos órganos de poder popular construidos no processo de liberaçom nacional.




Auto-organizaçom popular

Avançarmos face o horizonte da independência nacional e o socialismo exige preparar-se para umha luita complexa e estarmos dispostas para enfrentar as resistências que oporá a oligarquia espanhola. O conflito de projetos políticos é umha parte, inevitável, deste caminho que as e os independentistas galegos denominamos processo de liberaçom nacional e social.