Causa Galiza chama a respostar a pé de rua a convocatória fascista ‘Libres y iguales’


Vivemos tempos de ofensiva global sobre o projeto nacional galego desenvolvida simultaneamente por poderes políticos e económicos e da extrema direita até umha imaginária esquerda ruturista igual de unionista que a primeira. Enquanto os segundos minimizam a significaçom política e sócio-económica da reivindicaçom nacional galega, aqueles, “em nome da liberdade e a igualdade” e a “cidadania comum”, defendem a sacrosanta Unidad de España.
 

Neste sábado, a extrema direita espanhola convoca concentraçons em várias cidades galegas no marco da campanha estatal Libres e iguales para defender a Constituiçom espanhola de 1978 -que nom foi aprovada na Galiza-, exigir a paralisaçom da consulta independentista catalá de 9N e negar o direito de autodeterminaçom dos povos nom-espanhóis submetidos no atual quadro constitucional pós-franquista.

 

Causa Galiza chama à militáncia galega a contestar a pé de rua estas mobilizaçons do unionismo espanhol que ante a crise terminal do regime político de 1978, com taxas colossais de desemprego, emigraçom e miséria na Galiza, se apresenta como valedor dos direitos das pessoas. Convocamos as e os independentistas galegos, os e as democratas em geral, a vos mobilizardes ante a quem pretendem perpetuar um estatus colonial que possibilita o empobrecimento geral do nosso povo e a destruiçom da nossa identidade como país.

 

Sábado 8 de novembro NOM PASSARÁM!

Em Vigo às 12:00 h. no Museu Marco na rua do Príncipe

Na Crunha às 12:00 h. na praça de Maria Pita

Em Compostela às 12:00 h. na praça do Obradoiro