Causa Galiza organiza um roteiro histórico explicativo da Revoluçom Galega de 1846 em Compostela

Desde 2007, Causa Galiza abraçou os Mártires de Carral como símbolo de afirmaçom e resistência nacional e tratou nestes anos de destacar a sua importáncia para o imaginário independentista. De facto, a nossa apresentaçom naquela altura fazia-se no mosteiro de Sam Martinho Pinário como reconhecimento às milícias galegas que ali combateram as espanholas até esgotarem a muniçom.

Neste sábado 5 de maio, apenas uns dias após o aniversário dos fusilamentos de 26 de abril de 1846 em Carral, Causa Galiza dará continuidade mais um ano a este compromisso com a celebraçom dum roteiro urbano na capital galega onde o historiador Prudencio Viveiro dará conta às e os assistentes de como foi a ocupaçom militar de Compostela após a derrota galega na Batalha de Cacheiras, a resistência nos bairros e o desenlace bélico em Sam Martinho.

O roteiro histórico principiará às 18:00 h. desde a praça do Pam e é público. A pessoa que o conduz, Prudencio Viveiro, é investigador especializado em História Contemporánea, profundo conhecedor do século XIX na Galiza e, em especial, dos acontecimentos ligados à Revoluçom Galega de 1846. Animamos-vos a tod@s a participardes nesta homenagem à revolta cívico militar que marcou o início do processo de afirmaçom, construçom e liberaçom nacional e social em que ainda estamos.