Causa Galiza solidariza-se com o povo da Venezuela em luita pola sua independência nacional e denuncia a intervençom imperialista

A organizaçom independentista Causa Galiza, perante o cenário de extorsom, bloqueio e possível agressom militar estrangeira contra a Venezuela, com um processo de golpe de Estado em curso que conta com o patrocínio dos Estados Unidos de Norteamérica e a Uniom Europeia (UE) e o rol servil de vários Estados latinoamericanos, manifesta a sua incondicional solidariedade internacionalista com o povo venezuelano, que durante décadas foi refúgio sócio-económico e político de milhares de compatriotas e expom à opiniom pública nacional as seguintes questons:

1. Reconhecemos como único Governo legítimo da Venezuela aquel que foi eleito polo seu povo e do que hoje é presidente Nicolás Maduro Moros. Em exercício do direito inalienável de autodeterminaçom, nengumha potência, Estado ou organizaçom multiestatal pode interferir na dinámica política interior da Venezuela.

2. A operaçom internacional em curso sobre o país latinoamericano tem como objetivo último o controle estratégico dos seus importantes recursos energéticos e minerais através da instauraçom dum Governo monicreque ou, incluso, da destruiçom total do próprio Estado venezuelano, seguindo o modelo intervencionista já ensaiado na Líbia e na Síria. A defesa de direitos humanos, civis e políticos supostamente vulnerados apenas é a coartada através da que o imperialismo internacional pretende justificar a instalaçom das suas poutas em Venezuela.

3. Denunciamos o papel servil e pró-imperialista do Governo espanhol e da administraçom autonómica galega, assim como dos três partidos da extrema direita espanhola, PSOE e Podemos, que, com distintas retóricas e discursos, ponhem em questom a premissa essencial deste conflito, que é o direito do povo venezuelano a determinar sem interferências exteriores a sua forma de governo e de exploraçom dos recursos nacionais.

4. Chamamos à comunidade galega na Venezuela a compactar-se com as forças democráticas, patrióticas e revolucionárias do país latinoamericano e seguir as suas diretrizes em defesa da soberania nacional frente ao intervencionismo estrangeiro, que conta com a alavanca interna da oligarquia nacional, desde a consciência de que só o aprofundamento do processo revolucionário iniciado polo Comandante Hugo Chávez pode parar e reverter a fase atual da agressom imperialista.

5. Causa Galiza apoiará todos os atos e mobilizaçons que na Galiza se concretem por volta dos parámetros anteriores e chama o conjunto das clases populares nacionais a participar em e impulsionar todas as dinámicas que visibilicem a intensa manipulaçom informativa de que está a ser alvo o povo galego e se somem à vaga de solidariedade internacionalista necessária para defender a independência da Venezuela e parar a intervençom militar direta ou subcontratada a Estados servis da área geopolítica da Venezuela.

Na Terra, em 2 de fevereiro de 2019